ACAMPAMENTO DO MST EM AMERICANA RESISTE E REALIZA ATO CONTRA A GRILAGEM DE TERRAS


enviado por e-mail MST – Regional Campinas- 12/08/2011


Na manhã de hoje, sexta-feira (12-08), foi realizado no acampamento do MST em Americana um ato político em defesa da reforma agrária e contra a grilagem de terras. O ato contou com a presença de cerca de 250 pessoas entre acampados e aliados como dirigentes de diversos sindicatos, parlamentares, estudantes e militantes de outros movimentos sociais que assistiram à palestra do professor da USP, Ariovaldo Umbelino. O professor Ariovaldo é um estudioso da questão agrária e fundiária há mais de 20 anos e colaborador da ABRA – Associação Brasileira da Reforma Agrária. O professor foi responsável pela elaboração do II Plano de Reforma Agrária que indicava que o governo Lula assentaria 400 mil famílias ao longo de 4 anos. Ariovaldo constatou que apenas 158 mil famílias foram assentadas neste período, desmentindo os números fornecidos pelo governo federal, de supostas 600 mil famílias assentadas.

Além disso, o professor Ariovaldo falou sobre a origem da alta concentração de terras no Brasil e que esta situação de desigualdade perpassou toda a história social e legal do país. Demonstrou que o legislativo e o judiciário sempre trabalharam em benefício dos grandes proprietários de terras, garantindo a manutenção da concentração fundiária de formas legais ou ilícitas, impedindo que milhões de trabalhadores rurais pudessem conquistar um pedaço de terra para viver e plantar. Por fim, o professor afirmou que é essa a situação que os trabalhadores e trabalhadoras aí acampados estão vivenciando neste momento.


Hoje é o último dia do prazo indicado na liminar de despejo para que os ocupantes permaneçam na área. Contudo, o MST aguarda a decisão judicial sobre um recurso que foi apresentado pelos advogados ao Tribunal Federal de Justiça requerendo a suspensão da liminar de despejo. Foram constatadas inúmeras irregularidades na liminar e no processo judicial. Estão sendo ainda apresentados mapas, documentos e relatórios que comprovam que a área onde está situada o acampamento é remanescente do Sítio Boa Vista, portanto, área pública federal que pertence ao INSS e que já deveria ter sido destinada à Reforma Agrária há muitos anos atrás pelo INCRA, quando ocorreu o a regularização do Assentamento Milton Santos. As famílias não resistirão a uma ação policial, mas permanecem lutando pela conquista da terra.


NOITE CULTURAL
Em comemoração a uma semana de luta e resistência no acampamento!SÁBADO, 13/08, às 20 hs no Acampamento em AmericanaCom a presença da bateria de samba do MST “Unidos da Lona Preta”.Todos os aliados e apoiadores da luta pela Reforma Agrária estão convidados. TERRA PARA QUEM NELA TRABALHA!VIVA A REFORMA AGRÁRIA!




DOAÇÕES


Para permanecermos na luta estamos necessitando o apoio material dos aliados e simpatizantes da luta pela Reforma Agrária. Por isso, lançamos uma campanha de doações para o acampamento. Estamos necessitando de: lona, alimentos, produtos de higiene pessoal, cobertores. Também podem ser doadas quantias em dinheiro. Abaixo estão os pontos de coleta e a conta corrente. Agradecemos à todos e todos que já contribuíram com a luta!


Locais de coleta:1 – Visite o Acampamento: entre no KM 128 da Rodovia Anhanguera e siga em frente na Avenida Nicolau João Abdala (ignorar as placas de desvio utilizando as passagens alternativas). Após o Assentamento Milton Santos, pegue a primeira entrada à esquerda.2 – Sindicato dos Metalúrgicos de Campinas. Rua Dr. Quirino, 560, CENTRO. Tel. 3775 55553 – Centro Acadêmico do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) – Unicamp, Barão Geraldo, Campinas.4 – ITCP – Unicamp 

               

Para doar quantias em dinheiro:

             

Titular: Caroline Maria Florido

Banco do Brasil – CONTA POUPANÇA

Agência: 2447-3

Conta Poupança: 17367-3Ao realizar doações, por favor, envie um email para: campinasmst@gmail.com informando a quantia depositada e, se desejar, sua própria identificação.

Anúncios

Sobre União - Campo, Cidade e Floresta

Noticias das LUTAS DOS POVOS EMPOBRECIDOS - NO CAMPO, NA CIDADE E NA FLORESTA.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s