Indígenas Nasa se declaram em resistência permanente pela saída dos atores armados de suas terras


do site Adital
Natasha Pitts
Jornalista da Adital

“Deixem-nos tranquilos, deixem-nos em paz, senhores da guerra”. Este é o apelo que os indígenas Nasa, da Colômbia, estão fazendo aos grupos e exércitos armados legais e ilegais que estão levando terror para o norte do departamento de Cauca. Para deixar claro o pedido de afastamento dos atores armados, os indígenas se declararam em resistência permanente até que todos saiam de suas das terras. Nesta quarta-feira (11), os Nasa entregaram um documento com demandas ao presidente Juan Manuel Santos.

Em carta aberta aos atores armados, os indígenas asseguram que não vão sair de suas casas e querem seus territórios livres das intervenções tanto do Exército colombiano como das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc). Os povos Nasa denunciam que, no marco da guerra civil colombiana, são obrigados a enfrentar ataques guerrilheiros, assassinatos, deslocamentos forçados, destruição de casas, ameaças, explosões de campos minados, fechamento de escolas, destruição de colheitas e outros tipos de violações de direitos e desrespeitos.

Apesar de contar com Medidas cautelares emitidas pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), a população do município de Toribio é uma das que mais está sofrendo. Nos últimos dias, principalmente no final de semana, os enfrentamentos entre grupos armados e exército se intensificaram e deixaram pelo menos cinco mortos, dez feridos e mais de uma centena de casas destruídas.

Por isso, segunda-feira (9) cerca de 300 indígenas se deslocaram para o município a fim de exigir das Farc, da Polícia e do Exército que abandonem a luta armada e permitam que a paz chegue a Cauca. Os indígenas desmontaram uma trincheira da polícia e seguiram para as colinas de Toribio em busca dos membros das Farc.

“Não vamos ficar de braços cruzados olhando como nos matam e destroem nossos territórios, comunidades, planos de vida e nosso processo organizativo, por isso, enraizados na palavra, na razão, no respeito e na dignidade, iniciamos uma caminhada em grupos até onde estão entrincheirados os grupos e exércitos armados, para dizer-lhes frente a frente que no marco da autonomia que nos assiste, lhes exigimos que saiam, não os queremos, que estamos cansados da morte, que estão equivocados, que nos deixem viver em paz”, manifestaram por meio de comunicado.

Os 300 indígenas não conseguiram encontrar com os guerrilheiros, que mudaram seu local de acampamento, mas a resistência continuará. Para esta quarta-feira está previsto um encontro do povo Nasa com o presidente colombiano Juan Manuel Santos a fim de entregar um documento com demandas, entre as quais estão a desmilitarização da região com a saída do Exército e das Farc. Os indígenas também reivindicam que o presidente permita os diálogos entre indígenas e Farc.

Nesta quarta-feira, Juan Manuel Santos também deve participar de um conselho de ministros, um conselho de segurança. Enquanto o mandatário estiver em Toribo sua segurança será garantida pela guarda indígena, que tomou o poder na região.

De acordo com meios de comunicação colombianos a situação já está tranquila e controlada na região, no entanto, informações da teleSUR apontam que Cauca, sobretudo Toribio, vive uma “calma tensa” já que ainda ontem se pode ouvir explosões e a cidade está exageradamente militarizada.

Anúncios

Sobre União - Campo, Cidade e Floresta

Noticias das LUTAS DOS POVOS EMPOBRECIDOS - NO CAMPO, NA CIDADE E NA FLORESTA.
Esse post foi publicado em indigenas, Internacional, Luta Indigena. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s