Povo Pataxó realiza retomada na Bahia e comunidade é ameaçada


do site do Cimi

Índios Pataxó do extremo sul da Bahia retomaram no último dia 18 área reivindicada como de ocupação tradicional. A propriedade rural, Fazenda Santa Lúcia, com 54 hectares, está dentro dos limites da demarcação das terras indígenas no Parque Nacional do Descobrimento, caso de Cahy-Pequi (Comexatibá).

Lideranças informam que estão sendo ameaçadas por homens que se passam por policiais militares; dizem que se os índios não saírem por bem, vão sair ‘na bala’.

A fazenda fica localizada a nove quilômetros de Cumuruxatiba, sendo que é usada para a criação de gado. Antes da chegada do invasor, a área era de mata nativa, derrubada para dar lugar ao pasto.

Em 18 de março do ano passado, a Funai publicou a Portaria 365, que constituiu um Grupo de Trabalho com o objetivo de realizar estudos complementares. O trabalho do GT só teve início em 15 de abril deste ano. Da mesma forma, deveria ter publicado o resultado técnico em até 60 dias, o que ainda não aconteceu.

A retomada visa sinalizar ao governo federal que a comunidade não aceita mais a demora da demarcação das terras dos Pataxó.

Anúncios

Sobre União - Campo, Cidade e Floresta

Noticias das LUTAS DOS POVOS EMPOBRECIDOS - NO CAMPO, NA CIDADE E NA FLORESTA.
Esse post foi publicado em indigenas, Luta Indigena. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s