[SÃO PAULO] A luta do povo Guarani-Kaiowá, com cacique Ládio Veron


confirme sua presença pelo facebook  https://www.facebook.com/events/186576018183978/

Em 2012, teve grande repercussão a carta de 170 índios Guarani-Kaiowá acampados, frente ao despejo que estava para ser realizado no território que ocupavam e reivindicavam. A situação era tão grave que os indígenas mencionavam em sua carta para o governo e a justiça federal decretasse sua morte coletiva e os enterrassem todos ali, uma vez que não havia alternativa.

Apesar da carta ter sido interpretada erroneamente como “suicídio coletivo”, isso gerou uma onda de comoção nacional e internacional. Usuários das redes sociais mudavam seus nomes para “Guarani-Kaiowá”, compartilhavam informações e o tema “Guarani-Kaiowá” se popularizou entre a população. Cedo soube-se que o conflito que havia no Mato Grosso do Sul é o conflito indígena mais grave do mundo.

No entanto, os conflitos continuaram. Índios Guarani-Kaiowá continuam sendo assassinados ou sofrendo violência de todas as formas no campo. Seus poucos territórios são ameaçados pelo avanço do latifúndio de cana-de-açucar, soja e gado. As florestas das quais obtinham seu sustento estão cada vez mais devastadas e sofrem os efeitos dos agrotóxicos sendo lançados sobre suas cabeças.

Para conhecermos melhor a realidade do povo Guarani-Kaiowá e a situação da violência contra os povos indígenas no Brasil, o SinTUFABC gostaria de chamar todos os interessados, apoiadores e simpatizantes a participar dessa atividade. Contaremos com a presença do Cacique Ládio Veron, liderança Guarani-Kaiowá, que falará a respeito da luta de seu povo no Mato Grosso do Sul. Também teremos a presença de um integrante do Tribunal Popular que discorrerá a respeito da questão agrária no Brasil.

Na Universidade Federal do ABC, câmpus São Bernardo, Bloco Beta, Auditório A003, quinta-feira, dia 08/08, 17h00.

Anúncios

Sobre União - Campo, Cidade e Floresta

Noticias das LUTAS DOS POVOS EMPOBRECIDOS - NO CAMPO, NA CIDADE E NA FLORESTA.
Esse post foi publicado em Direitos Humanos, indigenas, Luta Indigena. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para [SÃO PAULO] A luta do povo Guarani-Kaiowá, com cacique Ládio Veron

  1. Marleide Quixelô disse:

    Isso mesmo parentes as nossas vozes não podem nunca ser silenciadas mesmo que nos sintamos sós (e a luta contra nós mesmxs). Nos despedaçam para continuarmos em silêncios ou falarmos apenas segundo os discursos hegemônicos. Nossa maiores dificuldades são as de não estarmos presentes nesses importantíssimos espaços enquanto isso continuamos sendo desindianizadxs xs milhões de super-concentradxs periféricxs. Quando essas acordarem vão perceber que suas vidas foram esses destroços…Porque será que raramente acontece um evento que aborda as questões indígenas no meio das favelas ou periferias? Ou mesmo nos presídios, psiquiatrias, albergues, etc? Não é lá que estão xs milhões de cegadxs também. Como faze-lxs enxergarem se tudo é apagamentos e silenciamentos dos milhares de povos milenares aqui existentes? 364 dias para os povos colonizadores e 1 (UM) dia para os milhares de Povos Milenares/Indígenas? Mais produções de ausências e esquecimentos…e isso também somos nós (essxs milhões) bem alí ao nosso lado (e dentro de nós)…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s