METRÔ DE SÃO PAULO SUCATEADO – Declaração aos Jornais e a Quem possa interessar


Declaração aos Jornais e a Quem possa interessar

 

Faz exatamente dois meses que o elevador no Metrô/ Estação Vila Madalena se encontra em “estado de conserto”. A cada vez que pergunto o que anda acontecendo, a resposta é a mesma: “estamos aguardando uma peça”.

 

Os próprios funcionários do Metrô, concursados e terceirizados, já repetem essa mesma frase umas vinte vezes ao dia, pois por esta estação passa um bom número de idosos, pessoas com limitações de toda natureza e com dificuldades de equilíbrio. Eu sou uma delas: ando de muletas e não tenho tanta segurança para descer de escada mecânica/rolante.

 

Percebi que não há uma estimativa para o conserto. Refletindo sobre a questão, eu me perguntei que empresa é essa que ganhou a licitação para instalar elevadores na Cia. do Metropolitano de São Paulo que não consegue substituir uma peça imediatamente ou, ao menos, em tempo razoável?  E um tempo considerável não chega a 2 (dois) meses, posto que isto significa irresponsabilidade social. E que governo é esse que não se dá conta das reclamações, faz ouvido de moco e olhar de cego? Mas está longe de ser míope quanto se trata de aumentar tarifa e sonegar aumento aos trabalhadores. Essa classe de governante a mim não representa e acho que nem pode nos representar.

 

Se um simples elevador demora tanto tempo para ser consertado, concluo que não há nenhuma preocupação no que se refere à locomoção de pessoas deficientes e/ou idosas. O que se fala a respeito de sensibilidade, respeito aos idosos etc. é, então, mero discurso e pura falácia. E nós, os limitados, estamos sendo preteridos pelo Governo do Estado. Causa-me espécie tal atitude. É como se fôssemos invisíveis. E o raciocínio imperante é aquele velho e ruim de sempre que diz que não pagamos tarifa. Traduza-se: se não somos sinônimos de lucro, podemos esperar. E o largo tempo de pagamento de tarifas? Não conta? Alguém se esqueceu disto? Caso sim, é bom se lembrar, principalmente nesses tempos de manifestação consciente, nesses dias de denúncias contra os cartéis escusos que implicam governantes de um passado recente ao atual do Governo do Estado de São Paulo, de que os alicerces da construção do Metrô foram, entre outros, os valores acumulados de tarifas e a somatória dos valores de impostos arrecadados,

 

E o contribuinte onde fica nisso tudo? Os velhos e os deficientes não estão isentos de impostos. Eu me pergunto também para onde vai toda essa fortuna arrecadada, se nem um elevador é consertado. E eu que tinha a esperança de que, com o nosso dinheiro de cada dia, fossem instalados mais elevadores na Estação Vila Madalena, para favorecer as pessoas que tomam transporte na direção dos bairros! Ledo engano! Nesta direção, onde não há sequer escada rolante, o idoso e o deficiente dificilmente verão um elevador, exceto se cobrarem e exercerem pressão. Infelizmente esse modelo de democracia nos força a conseguir tudo à base de pressão, creio, então, que devemos arregaçar as mangas e ir à luta.

 

Eis as nossas reivindicações:

 

Que se conserte o elevador da Estação Vila Madalena

Que sejam instalados elevadores na saída da Estação Vila Madalena – sentido bairro

 

Lúcia H.F. Skromov

São Paulo, 19 de agosto de 2013

Anúncios

Sobre União - Campo, Cidade e Floresta

Noticias das LUTAS DOS POVOS EMPOBRECIDOS - NO CAMPO, NA CIDADE E NA FLORESTA.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para METRÔ DE SÃO PAULO SUCATEADO – Declaração aos Jornais e a Quem possa interessar

  1. Clovis Pacheco F. disse:

    Já está mais que na hora da Companhia do Metrô adotar uma providência para valer!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s