[Reino Unido] Ativistas bloqueiam fábrica israelense de armas


recebido por e-mail
[Reino Unido] Ativistas bloqueiam fábrica israelense de armas
 
Durante quase um mês, Israel bombardeou Gaza por terra, mar e ar. Mais de 1.800 palestinos perderam a vida e crimes de guerra foram cometidos. Para nossa vergonha coletiva, o governo do Reino Unido não só tomou medidas para pressionar Israel a deter seu massacre, mas se negou a tomar medidas para pôr fim ao apoio material que proporciona ao brutal regime de apartheid e o colonialismo israelense. Quando os governos apoiam crimes de lesa humanidade, os movimentos de base devem realizar ações diretas.
Um grupo de ativistas da rede “London Palestine Action” hoje (5 de agosto) se acorrentaram nas portas de uma fábrica de armas israelenses com sede em Birmingham, no Reino Unido, e quando se escreve este texto ocuparam o teto. Como parte do movimento de boicote, desinvestimento e sanções (BDS) e em resposta a chamamentos à ação dos movimentos palestinos, estamos exigindo o fechamento definitivo da fábrica e o fim de todas as formas de comércio e cooperação militar com Israel.
 
A companhia que estamos ocupando, fabrica motores para aviões e é propriedade de Elbit Systems, a maior empresa militar de Israel e o maior produtor de aviões não tripulados no mundo. Motores de aviões não tripulados produzidos nesta fábrica foram exportados a Israel em 2010, 2011 e 2012. Assim mesmo, drones Elbit Systems estão sendo utilizados no massacre em curso de Israel. Qualquer argumento que os componentes fabricados nesta fábrica não estão sendo utilizados no atual ataque israelense contra Gaza não são críveis.
Drones são uma parte chave do arsenal militar de Israel. Ao permitir que esta fábrica exporte componentes de aviões não tripulados e outras armas a Israel, o governo do Reino Unido está proporcionando apoio e a aprovação direta dos massacres de Israel.
A fábrica também é uma parte chave do programa “Watchkeeper” em que Elbit Systems é líder na fabricação de uma nova geração de aviões não tripulados para o exército britânico. O zumbido “Watchkeeper” se baseia no Hermes 450, documentado como sendo utilizado para matar civis palestinos durante o ataque a Gaza em 2008-09. Elbit Systems comercializa seus drones como “provas de campo” – pelo que significa que seus aviões não tripulados demostraram ser eficazes para matar palestinos. O governo do Reino Unido importou tecnologia que se desenvolveu durante o curso dos massacres israelenses.
O primeiro ministro britânico, David Cameron, e o governo do Reino Unido tem sangue palestino em suas mãos. Com o objetivo de pôr fim a sua profunda cumplicidade com o sistema de ocupação, o colonialismo e o apartheid contra os palestinos por parte de Israel, se devem tomar medidas para impor um embargo militar sobre Israel completo e fechar a fábrica Elbit Systems imediatamente.
É mais importante que nunca que a solidariedade que construímos com a luta palestina seja eficaz e impactante. Israel não atua só, mas com o apoio dos governos e corporações de todo o mundo que tem nomes e endereços. É hora de que o movimento de solidariedade internacional intensifique suas ações diretas contra os que apoiam e se beneficiam do apartheid de Israel, a tomar medidas que possam conduzir a um verdadeiro isolamento de Israel.
Una-se ao movimento de boicote, desinvestimento e sanções (BDS)! Deixe de armar Israel!
London Palestine Action
Fonte: El Libertario
Tradução > Sol de Abril
agência de notícias anarquistas-ana
A meia lua esconde
por detrás dos pinheiros
sua embriaguez.
Júlio Parreira

Sobre União - Campo, Cidade e Floresta

Noticias das LUTAS DOS POVOS EMPOBRECIDOS - NO CAMPO, NA CIDADE E NA FLORESTA.
Esse post foi publicado em Direitos Humanos, Internacional. Bookmark o link permanente.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s