“É SOM DE PRETO, DE FAVELADO, MAS QUANDO TOCA NINGUÉM FICA PARADO”


do facebook

“É SOM DE PRETO, DE FAVELADO, MAS QUANDO TOCA NINGUÉM FICA PARADO”

O funk tem lá seus defeitos, principalmente estes novos que as letras fazem apologias ao consumismo, sexismo, machismo, homofobia e violencia. Mas nãao podemos negar que suas batidas repetitivas e ritmadas mexem com nosso corpo. Creio que está aí o segredo do sucesso destes cantores de funk.

O Ritmo me agrada, gosto de ouvir, mas as opções são restritas. Que eu conheço, só tem o grupo Anarco Funk fazendo coisa boa pra gente balançar o esqueleto e ser politicamente correto, coerente com nosso sofrimento na periferia e ainda manter nossa identidade de classe.

A molecadinha da quebrada gostam de ir além e quem não manifesta nas ruas, manifestam nas letras de funk. Parece que esse era o caso do Daleste e pode ser que esse foi o motivo do tiro em seu peito, o levando a óbito horas depois.

Por ser preto, favelado e se atrever em relatar a violência policial, que no segundo semestre de 2012 foram quase 5 mil jovens assassinados no estado de São Paulo, que comporta a PM mais assassina do planeta, estes MCs de funk estão sendo exterminados.

O Daleste não foi o primeiro e nem será o ultimo a ser assassinado. Estamos vivenciando já faz tempo o genocídio da juventude pobre, negra e indígena e o Estado, este só finge se preocupar. Nenhum dos assassinatos são investigados. Pegam um ou outro policial envolvido, só para mostrar trabalho, que nada mais é que máscara. Máscara de uma política de segurança pública que privilegia a elite em prejuízo dos empobrecidos.

Nós, jovens da periferia, negrxs, indígenas, punk, funqueirxs, repers, roqueirxs, sambistas, capoeiristas não queremos ser mais um número na estatística d nosso genocídio, não queremos ser alvo da PM. 

Queremos a desmilitarização da policia. Queremos o fim do nosso genocídio.

Estive na Jornadas Antifascista de 2013 e curti as batidas e a letra politizada da Anarco Funk e mando uma aqui para a moçada e a rapaziada da nossa quebrada http://www.youtube.com/watch?v=5x8ZnChe4FU

Anúncios

Sobre União - Campo, Cidade e Floresta

Noticias das LUTAS DOS POVOS EMPOBRECIDOS - NO CAMPO, NA CIDADE E NA FLORESTA.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para “É SOM DE PRETO, DE FAVELADO, MAS QUANDO TOCA NINGUÉM FICA PARADO”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s